Eu estava navegando pela internet quando vi um artigo falando das eliminatórias da copa de 2014, quando de repente eu vi esse mapa:

Reparem que na parte que corresponde ao continente sul americano tem uns pontinhos laranjas indicando que tem dois países da América do Sul que irão participar das eliminatórias da copa juntamente com os países da América do Norte, Central e Caribe: são a Guiana e o Suriname.

Na internet então resolvi fazer uma busca e procurei saber: “Porque o Suriname e a Guiana não disputam as eliminatórias juntamente com os outros sul americanos?” Porque a FIFA quis assim, com a desculpa de que  eles eram times muito fracos e não teriam chances contras os times que seriam mais fortes. Putz desculpinha esfarrapada essa hein? Nada a ver, pelo menos em parte. Eles não são seleções fortissimas, mas quem disse que são fracas? Pra dar uma complementada no post, vou pegar emprestado um post feito pelo blog “Mesa Quadrada“, postado por Marx Braga:

Alguém por acaso já se perguntou o porquê a seleção do Suriname não disputa as eliminatórias sul americanas? Tá certo que rola uma questão de afinidade cultural maior entre eles e os nossos sorridentes irmãos caribenhos, porém em questões geográficas (e olha que disso eu entendo), acho que os Surinameses deveriam jogar conosco.

Sei que você deve achar que esse pequeno pedaço de terras às margens do Caribe não tem nenhuma tradição futebolística e, provavelmente, iria ser apenas mais um saco de pancadas na famigerada disputa da Conmebol. Engano seu, rapaz! Você pode ter memória curta, mas alguns nomes como: Ruud Gullit, Aron Winter e Frank Rijkaard, todos presentes na seleção holandesa no histórico 3×2 para o Brasil em 94, são Surinameses. É válido lembrar também de peças mais conteporâneas como os, agora já veteranos: Davids e Clarence Sedoorf (esse deve estar vindo ao Flamengo desde 1998), que também são naturais desse simpático balneário sul americano.

Não posso deixar de enaltecer ” Robin Hood” : o gigante dos gramados surinameses. Não é um jogador com tendências criminosas (Bruno não foi revelado por lá) e tampouco um exímio ladrão de bolas. Trata-se sim de uma das agremiações de maior prestígio e tradição dentro do país. Apesar do jejum de cinco anos sem títulos, o Robin Hood é o maior campeão surinamês da história, contabilizando 22 títulos nacionais ao longo de seus 65 anos de vida.

Nas últimas eliminatórias da Concacaf para a Copa do Mundo da África, nossos vizinhos tiveram mais uma participação apagada. Com uma forma de disputa um pouco diferente com a qual estamos habituados por aqui, a seleção do Suriname foi eliminada perante o tradicional time da Guatemala após dois resultados negativos, dentro e fora de casa. Após anos submetidos à exploração indiscriminada dos holandeses, os surinameses ainda sofrem também com a debandada de seus maiores craques rumo às terras colonizadoras.

Fonte: blog Mesa Quadrada.

Então pessoal, espero que a dúvida de voces assim como a minha esteja esclarecida, do porque nuca virmos um time da Guiana e do Suriname nunca disputar uma Copa Libertadores, Copa América ou outro torneio no continente sul americano. Resumindo o assunto, a culpa disso é mesmo da FIFA.

About these ads